Psicologia Infantil Saúde mental

Ansiedade infantil: Conheça 5 sinais de alerta

criança ansiosa olhando desconfiada

 ansiedade infantilBy Natasha Daniels ~ Leitura de 3 min

[box style=”1 or 2″]

Não ignore os sinais

Os pais saberiam se seu filho está ansioso, não é mesmo? Você provavelmente veria sinais óbvios, correto? Seu filho expressaria todo o seu medo e preocupações e teriam medo o tempo todo.

Você pode pensar que saberia os sintomas da ansiedade da criança, mas às vezes não é tão perceptível. Às vezes, os pais faltam completamente em perceber suas crianças. Infelizmente, a ansiedade nem sempre é óbvia. Algumas crianças não vocalizam suas preocupações e não mostram seus medos. E a ansiedade acaba passando despercebida no radar dos pais.

Na minha prática de terapia infantil, os pais muitas vezes trazem seus filhos por outras razões, apenas para descobrir que o problema é realmente ansiedade. Aqui estão os sintomas de ansiedade infantil que às vezes são perdidos:

 

  1. Eles experimentam sintomas físicos.

A ansiedade não está apenas em nossas mentes, ela está em nosso corpo também. Acontece assim, seu filho relata uma dor ou desconforto, mas os exames são todos normais e os médicos não encontram uma razão para esse adoecimento do corpo. Alguns exemplos:

  • Seu filho não faz cocô. Está constipado há semanas. Você foi ao médico e não encontram origem médica.
  • O estômago do seu filho dói. Ele sente vontade de vomitar. Tem tido problemas gastrointestinais, então você os leva ao pediatra ou um especialista gastrointestinal. Seu filho foi cutucado, cutucado e examinado. Mas, nenhuma origem médica foi encontrada.
  1. Eles se recusam a ir à escola.

Seu filho costumava amar a escola. Sempre teve amigos e sempre obteve boas notas. Agora é uma batalha só para colocá-lo no carro. Eles dizem que não se sentem bem. Seu estômago dói. Dizem que vão vomitar. Por precaução, você o mantem em casa, apenas para se sentir enganado, porque eles parecem bem pouco depois.

Você fala com o professor e o conselheiro. Todo mundo jura que seu filho tem amigos. Que eles não estão sendo intimidados (bullying). Os fins de semana são livres de dor. Seu filho parece completamente saudável … e, em seguida, domingo acaba e o ciclo começa novamente.

  1. Eles estão com raiva.

A raiva pode ser complicada, as crianças podem ficar zangadas por muitas razões. Eles podem ter dificuldade de autorregularão; podem ter um problema de humor; podem ter dificuldade em aceitar não. Mas, juntamente com os contendores habituais, a causa subjacente da raiva pode ser um sintoma de ansiedade infantil.

Se o seu filho ‘engole’ e esconde suas preocupações no fundo de si, a única bolha que atinge a superfície pode ser a sua raiva. Eles estão prontos para explodir. A hora de dormir traz raiva e resistência. Novas situações causam hostilidade e desafios incomuns. Preste atenção para quando e por que seu filho fica com raiva, pois poderia ser a chave para desenterrar a verdadeira causa.

  1. Evitam participar em atividades.

Seu filho costumava amar a prática de futebol e agora eles estão se recusando a ir. Disse que queria tomar aulas de natação, mas depois de algumas lições, você não consegue levá-lo de volta para a aula. Seu filho sempre quer ficar em casa e se recusa a ir a restaurantes e lojas com você.

Quando uma criança começa a evitar situações que usaram para desfrutar, é hora de dar uma segunda olhada no porquê. Pode ser que eles simplesmente não gostam mais de futebol ou classe de natação, mas pode ser algo mais significativo.

O # 1 insalubre mecanismo para lidar com a ansiedade é Evitação! Evitar a todo o custo.

  • Se eu não vou para o futebol, então não vou ter que me preocupar com a bola batendo no meu rosto.
  • Se eu disser que não quero nadar, então não terei que me preocupar em afundar na piscina.
  • Se arrumar uma grande briga, então eu não vou ter que ir ao restaurante e me preocupar em vomitar em público.
  1. Suas rotinas se tornam rituais.

Seu filho tem que alinhar todos os seus bichos de pelúcia em uma fileira perfeita antes de ir para a cama. Você tem que dizer “eu te amo” de certa maneira, por certo número de vezes, antes que seu filho vá para a cama.

Os pais muitas vezes confundem o comportamento ritualístico com as rotinas. As rotinas são reconfortantes e previsíveis. Rituais são rígidos e precisam ser refeito se não for feito “corretamente”. Rotina é uma parte saudável da infância; Rituais são uma indicação de ansiedade.

Ansiedade é uma condição muito tratável. As crianças podem obter ajuda mais cedo e melhor o prognóstico no longo prazo.

Se você sentir que seu filho está tendo sinais de ansiedade, procure o conselho de um profissional de saúde mental. Eduque-se e encontre suporte para lidar. Assista a vídeos para pais. Pense fora da caixa. Você pode usar yoga e outras atividades para ajudar a reduzir a ansiedade do seu filho.

[/box]
O artigo original não traduzido em YourTango.com5 Signs Your Child Has Anxiety (That You’re Probably Ignoring)

You Might Also Like

Qual sua opinião?